Siga-me:

DIY

Apê 802, Home Decor

O que a gente procurava em um apartamento

Era 2015 quando decidimos que era hora de ir à caça do nosso primeiro cantinho e foi quando nos deparamos com a seguinte pergunta: o que a gente procurava em um apartamento? O que temos que ter em mente quando pisarmos nos apartamentos? Qual serão as nossas prioridades?

Apê 802

Fase 1:

Logo ao iniciar a nossa jornada em busca do lar perfeito, fizemos um checklist mental do que queríamos e qual a ordem de prioridade do que era imprescindível e do que era somente um extra. Antes mesmo de conversarmos com Michelle Lordão, nossa corretora de imóveis, já tínhamos decidido três coisas:

1. Queríamos um apartamento ao invés de uma casa: por mais que a gente adore a ideia de ter uma casa, com toda a privacidade e a oportunidade de crianças brincarem sem estragar a vida do vizinho de baixo, sabemos o quanto é perigoso ter uma casa isolada hoje em dia — seria necessário  vigilante, cerca elétrica, câmera de segurança, etc. — e não é algo que nos anima. Sem esta opção em vista, a outra chance de termos uma casa seria em um condomínio fechado, mas sempre os preços dos terrenos são bastante altos e normalmente são afastados do centro da cidade. Então morar em apartamento virou a nossa única opção viável — da qual eu gosto muito, pois, particularmente, já moro em apartamento com meus pais há 18 anos e me sinto muito bem e totalmente segura nele.

2. Queríamos morar dentro da cidade: a maior parte dos apartamentos em construção por aqui estão sendo construídos na fronteira da nossa cidade e passar 30-45-60 minutos no trânsito não está nos nossos planos para o dia-a-dia. Portanto, escolhemos três bairros centrais nos quais gostaríamos de morar. E, a partir daí, buscaríamos um apartamento com bom custo-benefício. Neste ponto já eliminamos um bairro que era caro demais para o nosso bolso e seguimos a busca.

3. Não queríamos Condomínio Club: sabemos o quanto está na moda morar em apartamentos no estilo Condomínio Club. O que é isso? São edifícios com várias torres (normalmente entre 4-6) e com um número enorme de condôminos. Entretanto, eles oferecem uma área de lazer comum com inúmeras oportunidades, como piscinas grandes, várias áreas para churrasco, academia de ginástica grande com várias atividades e professores e brinquedoteca, entre outros. Mas, como somos pessoas mais calmas, preferimos manter a nossa busca por edifícios com no máximo duas torres.

Apê 802

Fase 2:

Depois de termos esses três pontos decididos, fomos começar a olhar as nossas opções de apartamento. Para este ponto, tínhamos as seguintes ordens de prioridade do que queríamos para o apartamento.

4. Cozinha grande: gostamos de cozinhar e receber amigos em casa, então ter uma cozinha em que nem nós dois caberíamos no espaço estava fora de cogitação. Além disso, gostamos da integração, de ter nossos amigos perto da gente enquanto cozinhamos. Gustavo queria muito a possibilidade de ter uma cozinha integrada com a sala e uma ilha com balcão — como aqueles modelos que vemos nos programas de decoração. Desse jeito aí, não foi possível, mas aumentamos a cozinha ao colocar o espaço da área de serviço dentro do quarto de dependência.

5. Pelo menos dois quartos sendo uma suíte: não buscávamos muitos quartos, só queríamos que o apartamento foi bem dividido e espaçoso.

6. Quartos com um tamanho confortável: mais uma vez, não queríamos aquela sala de TV enorme e um quarto que você tem que andar de ladinho para passar para o outro lado e sem perder o dedinho do pé. Queríamos poder ter um espaço confortável no quarto para colocar uma escrivaninha ou uma poltrona de leitura e poder aproveitar aquele como mais um espaço útil na casa.

Apê 802

7. Qualidade no acabamento e nos materiais utilizados: é importante ficar de olho na qualidade do material e do acabamento que a construtora usa, pois, depois que ela for embora e você estiver no seu lar por algum tempo, é aí que os problemas reais virão à tona — canos estourados, piso mal assentado, etc. Além disso, também gostamos da ideia de ter os canos de água para pia dentro da parede, pois fica mais difícil de quebrar com um acidente e é esteticamente muito mais bonito.

8. Construtora confiável: depois de ouvir histórias terríveis de vários amigos que estão na justiça contra a construtora X ou construtora Y que nunca entregaram os apartamentos, ficamos tensos nessa questão. Mas um ponto que pensávamos é que essas construtoras nacionais torna difícil o contato com o dono ou responsável, sendo sempre um processo complicado o contato em caso de algum problema. Então tentamos procurar empresas pequenas e locais e, por sorte, encontramos a Esquadros Engenharia que, além de ser local, é uma empresa familiar com muitos pontos positivos ao seu favor e estamos extremamente satisfeitos com a qualidade e o atendimento. Se você for daqui do Rio Grande do Norte, super indico eles!

9. Preço que coubesse no nosso bolso: não adianta pensar no lar ideal se o investimento fosse 5 vezes o valor do seu orçamento, portante era importante que a gente não tivesse que quebrar o porquinho para comprar o nosso apartamento. Entretanto, medido e calculando todo o custo-benefício (valor por metro quadrado, qualidade dos produtos, qualidade do atendimento, localização, etc.), decidimos que valeria a pena pagar um pouco mais do que havíamos planejado para termos o apartamento dos nossos sonhos — e foi isso que fizemos.

Apê 802

E, já como opções extras, pensamos na questão de ter uma área de lazer completa com piscina, academia e salão de festas — que conseguimos aliar sem maiores problemas. E este foi o nosso apartamento escolhido — você viu o nosso post sobre o nosso apê?

E o que você procurar em seu lar? Conte-nos aqui nos comentários que quero saber as histórias de vocês também!

Compartilhe
Post Anterior Próximo Post

Você também vai gostar